Os Objetivos ESPECÍFICOS são Capítulos do TCC ?

Compartilhar:

Para muitos estudantes, na hora de montar a estrutura do TCC e definir os objetivos específicos, dá aquela travada e surge um monte de dúvidas. E não é para menos, afinal, essa é uma parte complexa e fundamental para todo o trabalho de conclusão de curso.

Outra dúvida muito comum que está relacionada com os objetivos específicos é sobre a divisão de capítulos. Muitos se perguntam se os objetivos específicos serão os capítulos do TCC. Mas antes de responder, vejamos a importância de definir o objetivo específico.

Por que definir bem os objetivos específicos do TCC?

O TCC só terá uma boa fundamentação se o objetivo específico estiver bem definido. Fica claro aqui que essa parte de seu trabalho é de suma importância.

“A pesquisa alcançará seu propósito se todas as suas propostas investigativas, por mais complexas e demoradas que sejam, forem cumpridas e o pesquisador puder dar uma resposta ao problema formulado. Se os objetivos forem bem formulados e condizentes com o problema a pesquisa terá êxito”. (OLIVEIRA, 2018, p. 23)

Para que os orientadores compreendam a mentalidade do pesquisador é necessário definir bem os objetivos específicos e claro que, a divisão de capítulos bem estruturada fará com que o leitor do TCC construa as ideias na mente de maneira organizada.

Os Objetivos Específicos serão os Capítulos do TCC?

Não existe escrito em lugar nenhum que os objetivos específicos devem ser os capítulos do TCC. Mas pense bem, se esses elementos são os passos para alcançar o objetivo maior, seja apresentar uma tecnologia ou fazer um estudo de caso.

LEIA TAMBÉM:  Citação no Meio do Texto é Entre Parênteses?

Além disso, esses passos seriam o roteiro para chegar lá, então não seria um erro se basear nos objetivos específicos para criar os capítulos do seu TCC.

Lembrando que o seu TCC pela norma ABNT deverá ter introdução, desenvolvimento e conclusão. Sendo assim, no caso do desenvolvimento, ele é dividido em três partes.

A primeira parte está dividida para referenciar o teórico; a segunda parte se refere à metodologia; e a terceira parte é a pesquisa.

Geralmente, se seu TCC tiver cinco objetivos específicos, três deles são para retratar o referencial teórico e dois deles para a pesquisa.

Se parar para pensar no exemplo acima, seu TCC só terá três capítulos de referencial teórico e dois de pesquisa. Por isso, se um objetivo específico for muito extenso, poderá subdividi-lo e criar subcapítulos dentro do mesmo capítulo.

Outra forma para fazer sua estrutura é ter um conhecimento amplo do que vai fazer na sua pesquisa. Isso porque o referencial nada mais é do que teoria, conceito e histórico sobre o que vai apresentar na pesquisa.

Quando você mostrar seu TCC ao orientador, talvez ele faça a estrutura dos capítulos mesmo sem conhecer os objetivos específicos. Entenda que ele tem em mente tudo o que você vai fazer na pesquisa e consegue “prever” como será o referencial teórico.

Concluindo

Não seria um erro se basear nos objetivos específicos para criar os capítulos do seu TCC. Mas é de fundamental importância ter um conhecimento amplo do que vai fazer na sua pesquisa, assim conseguirá desenvolver uma excelente estrutura.

Com certeza essas dicas te ajudarão a montar a estrutura do seu TCC, com ou sem objetivos específicos. É pra isso que serve a equipe de suporte do Monografis.

LEIA TAMBÉM:  OBJETIVO GERAL: Os Pontos Específicos Que Faltavam Para Alcançar o Topo

Referências

OLIVEIRA, A. M. D. Manual de TCC aplicado ao curso de direito. 1ª. ed. Rio de Janeiro: Gramma, 2018. 128 p.

Compartilhar:

Deixe seu comentário