CITAÇÃO DE SITE E ARTIGO DA INTERNET

Compartilhar:

Indo além dos livros e monografias para utilizar de pesquisa nas citações usadas para sustentar o argumento de sua tese, a internet se mostra uma grande aliada para encontrar conteúdo útil para ser utilizado. Porém, para que suas citações não se envolvam em nenhum problema autoral, tal como o plágio, é necessário aprender a fazer citação de site e artigo na internet corretamente.

Tenha já Acesso a Materiais Exclusivos para sua Formação: Clique aqui e faça o Download dos e-Books e Infográficos do Guia da Monografia.

Você pode estrar trabalhando numa tese em que tenta mostrar o impacto dos quadrinhos nos meios de educação e acabou encontrando um artigo exemplificando que os ideais utilizados nos primeiros quadrinhos buscavam desenvolver os valores, defender os direitos intelectuais das mulheres e divertimento dos infantes. (BARROS, 2017)

Como fazer citação de site e artigo da internet?

Assim como os outros tipos de citação, o processo de citação de site exige que você cadastre os dados bibliográficos no seu programa de texto.

No Word, você irá inserir esses dados na aba de referências, pois nela você encontrará o sistema de gerenciamento de fontes bibliográficas.

Nela você ira cadastrar o autor do artigo ou texto, o nome da página que consiste no título do artigo, o nome do site que hospeda o artigo, o ano de publicação do artigo, a data do seu primeiro acesso a esse artigo e a URL da página. A URL é fundamental para facilitar o acesso dos seus avaliadores em suas fontes, para averiguar a veracidade das mesmas.

Em alguns casos você acaba tendo acesso ao arquivo do artigo, fazendo com que você tenha que cadastra-los também. A forma correta para citar artigo da internet no texto é com o método da norma ABNT chamado: “autor data”. Basta informar entre parenteses o autor e data (ano) da fonte citada. Como, por exemplo: (ABIKO, 2012).

Em suas pesquisas você pode ter se deparado com uma dissertação de mestrado que apresentava ideias para sustentar seu argumento para tecnologias de solo-cimento, aonde apresentação ideias para atender os requisitos mínimos de habitabilidade para as populações de baixa renda e aplicá-las corretamente (ABIKO, 2012).

Repare que a citação acima não informa página, caracterizando uma citação indireta, isso quer dizer que o texto original do ABIKO passou por uma interpretação de quem leu, mas se manteve a ideia central. Caso tivesse informações de página, por exemplo: (ABIKO, 2012, p. 15), caracterizaria uma citação direta, isso quer dizer que o texto está exatamente conforme fonte consultada, sem nenhuma alteração.

Para concluir é interessante frisar que não importa o que você vai citar, tenha em mente que precisa deixar claro para quem lê seu trabalho de onde foi que você tirou essa informação, de forma que tal leitor possa localizar a fonte, por isso é importante referenciar corretamente. Uma referencia errada pode ser considerado plágio, por essa razão é levada muita a sério pelas bancas de TCC. Um passo em falso e o universitário pode ser reprovado de primeira. Abaixo segue orientações para referenciar de forma correta.

LEIA TAMBÉM:  Como Citar EBOOK, KINDLE ou EPUB sem numeração nas páginas

Seguindo as normas

É importante saber que mesmo seguindo a NBR 6023 e todas as suas exigências para as referências de citações de artigos eletrônicos, algumas instituições também exigem algumas atitudes perante as referências bibliográficas.

Alguns artigos possuem mais de uma página e a citação de site que você utilizou pode ter sido encontrada fora da primeira página. Assim ao realizar a citação é necessário que você também indique a página que ela foi retirada segundo a norma.

Veja também Como Citar Dissertação ou Tese

Em algumas instituições você encontrar algumas complicações para realizar citações diretas do o artigo eletrônico caso ele não apresente a página que ele se encontre. Em algumas instituições pode-se utilizar da marcação n.p para identificar a falta de página.

Entretanto, caso exista alguma política da instituição que não permita a citação direta, para evitar complicações é recomendável que você, como autor, busque trabalhar com citações indiretas parafraseando as ideias do artigo com suas próprias palavras.

Como fazer citação de site e artigo da internet?

  • No Word vá em Referências >> Gerenciar Fontes Bibliográficas >> Nova…
  • Escolha o tipo de Fonte Bibliográfica como: “Site”;
  • Autor >> clique em Editar >> informe Sobrenome, nome e nome do meio do autor do artigo;
  • No campo Nome da Página, informe o Título do Artigo: 6 tipos de citação mais comuns em TCC
  • No campo Nome da site, informe o Título da pagina ou o domínio,  por exemplo: Guia da Monografia ou guiadamonografia.com.br
  • Preencha o campo ano com o ano de criação do site, geralmente está no rodapé da pagina: 2017
  • Nos campos Ano, mês e dia de acesso, informe a respectiva data de acesso: Ano: 2017 Mês: 04 Dia: 05
  • Em URL coloque exatamente o endereço de acesso, a banca vai acessar para achar e precisa achar: http://guiadamonografia.com.br/tipos-citacao/

RESULTADO:

TYBEL, D. 6 tipos de citação mais comuns em TCC. Guia da Monografia, 2017. Disponível em: <http://guiadamonografia.com.br/tipos-citacao/>. Acesso em: 05 abr. 2017.

 

NUNCA MAIS SE PREOCUPE COM NORMAS ABNT

Imagine você na apresentação do TCC confiante como se fosse uma águia, sendo aplaudido diante dos seus familiares e amigos. Imagine ver seu orientador tão orgulhoso do seu TCC aponto de postar no currículo Lattes dele.

Você já pode fazer isso! Liberado acesso as melhores ferramentas para produção de TCC.

O criador promete que até mesmo estudante iniciante consiga fazer um trabalho de conclusão de curso. Você pode fazer qualquer tipo de TCC, seja Artigo Científico, TCC, Monografia, Dissertação e Tese.

LEIA TAMBÉM:  Aprenda a Referenciar e Citar Lei no Texto do TCC nas Normas ABNT

Pelo que analisamos em primeiro lugar, as ferramentas organizam as informações em etapas claras. Dessa forma o aluno vai consumir certa informação apenas no momento correto, isso já o faz ganhar muito tempo.

A primeira ferramenta é um gerador de ideias. Pode parecer maluquice, mas funciona como um formulário que o aluno responde sobre o que mais gostou no curso e voilà, como mágica sugere 10 ideias personalizadas para o estudante.

Próxima etapa é um Simulador de Sumário que funciona basicamente como o primeiro. É um formulário que você responde algumas questões e te sugere uma provável estrutura de capítulos que você pode seguir.

Terceira etapa é o Simulador de Projeto TCC. Com esse ficamos abismados, pois em média 2 horas conseguimos simular 3 projetos com propostas diferentes e que na opinião dos nossos orientadores estavam válidos.

Quarta etapa o aluno escreve o TCC usando uma ferramenta chamada Assistente de Blocos. Ela divide cada capítulo em blocos, onde em nossa opinião os blocos são os parágrafos. Cada um é explicado em detalhes, basta seguir o orientado.

Ainda na quarta etapa o aluno que tiver dificuldade em usar o Assistente de Blocos pode usar o Construtor de capítulos. Essa ferramenta tem uma estrutura meio engessada e por isso se torna mais simples. Achamos meio engessado, mas os orientadores não notaram a diferença, muito louco!

Ao final o aluno pode exportar para o Word já dentro das normas ABNT. Isso só foi lançado agora na versão mais recente, pois esse não era o foco do Monografis no começo.

Veja abaixo um vídeo demonstração das ferramentas que utilizamos, espero que goste:

Para acessar o Monografis basta clicar no botão abaixo:


Quem leu esse artigo também acessou:

Referências bibliográficas

ABIKO, A. K. Dissertação de mestrado. Teses.usp, 2012. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3146/tde-12052017-090330/pt-br.php>. Acesso em: 2017 jul. 2017.

DE BARROS, J. Influências da história em quadrinhos na educação. Brasil Escola, 2017. Disponível em: <http://educador.brasilescola.uol.com.br/sugestoes-pais-professores/influencias-historia-quadrinhos-na-educacao.htm>. Acesso em: 17 jul. 2017.

Compartilhar:

Deixe seu comentário

13 comentários em “CITAÇÃO DE SITE E ARTIGO DA INTERNET

  • 27 de outubro de 2017 em 12:07
    Permalink

    Oi Douglas, como faço pra sitar quando o artigo publicado não tem o nome do autor, eu consegui encontrar o ano mas o nome do autor não tem em nenhum lugar do artigo, apenas o nome do site. ME SALVA PFVV kkkk.
    Agradeço desde já!

    • 2 de novembro de 2017 em 19:21
      Permalink

      Meu conselho é sai dessa loucura! kkk
      Referência é para que a banca consiga encontrar a fonte. Desse jeito a fonte se torna fraca e podem tirar nota por isso.

  • 4 de janeiro de 2018 em 23:36
    Permalink

    Seria uma citação de site. Agora eu te recomendo não fazer devido a baixa relevância e ainda sem autor, pior ainda.

  • 4 de janeiro de 2018 em 23:43
    Permalink

    Pode citar o link ou a documentação.

  • 4 de janeiro de 2018 em 23:47
    Permalink

    Existe algumas possibilidades, por exemplo, colocar o aproximado. Por isso da olhada na normal rapidinho.

  • 5 de janeiro de 2018 em 01:42
    Permalink

    Que bom que foi novidade para você. Deixe suas dicas aí.

  • 5 de janeiro de 2018 em 01:44
    Permalink

    Se tem o link pode, porém rede social é considerado baixa relevância, então procure o site institucional da empresa. Sempre busca a fonte mais confiável possível.

Os comentários estão desativados.