Quantas casas decimais devo utilizar nas tabelas?

Compartilhar:

Quantas casas decimais devo colocar nos números das tabelas? Quais são os princípios utilizados para esses números?

Quantas casas decimais devo utilizar no TCC?

É interessante sempre manter a padronização nos artigos científicos, isso demonstra organização e conta muitos pontos na hora da avaliação. As casas decimais de uma tabela vão depender muito do nível de precisão desejado.

Porém, no geral a recomendação é sempre utilizar o menor número de casa decimal possível, sem que atrapalhe o resultado final. Recomendamos que não use 3 casas decimais em uma coluna da tabela, 2 em outra, 4 em outra, etc. Mantenha sempre suas tabelas padronizadas.

Lista de tabelas Segundo a ABNT NBR 14724 (2011), as tabelas são elementos demonstrativos de síntese que constitui unidade autônoma. Não se podem confundir tabelas com quadros, pois tabela é uma demonstração de dados numéricos, enquanto um quadro é a demonstração de dados alfanuméricos. (DIONYSIO, 2013).

O número de casas decimais é baseado no princípio de arredondamento, a aproximação, no geral, deve seguir o número mais impreciso.

Lembrando sempre que o menor número de casas decimais possível para a realização de cálculos com números “quebrados” são 3 casas. O que acredito que seja um bom número para se utilizar no trabalho, caso consiga utilizar menos casas decimais sem prejudicar o resultado final, utilize.

Concluindo

Vimos que manter a tabela padronizada é de suma importância para a organização de seu trabalho, buscando sempre utilizar o menor número de casas decimais possíveis, para facilitar o entendimento da tabela. Gostou do artigo? Caso tenha ficado com alguma dúvida, entre em nosso canal no YouTube e acesse os nossos vídeos.

Referências

DIONYSIO, Rosana Cristina Colombo. Desvendando Os Segredos Do Tcc. 1. ed. Taquaritinga – SP: Clube de Autores, 2013. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=v-l7DwAAQBAJ. Acesso em: 13 jul. 2020.

Compartilhar:

Deixe seu comentário