Escolhendo a problemática e a justificativa para a revisão sistemática!

Compartilhar:

Quer saber como encontrar e elaborar a problemática e a justificativa para uma revisão sistemática TCC? Acompanhe o decorrer do artigo que iremos mostra qual a melhor forma de se fazer isto.

Problemática e Justificativa para Revisão Sistemática

No meu ponto de vista, a revisão sistemática é a mais difícil que existe, portanto, preste bem atenção e tome cuidado para não cometer nenhum erro capital.

A revisão sistemática consiste em um processo de pesquisar, selecionar, avaliar, sintetizar e relatar as evidências clínicas sobre uma determinada pergunta e/ou tópico. (ROEVER, 2020).

A primeira coisa a ser entendida é que a revisão sistemática, diferentemente da narrativa e da integrativa, busca um problema e não um tema como nas demais. Por exemplo, vamos imaginar que estão surgindo sintomas de uma nova doença no mundo, na revisão sistemática, você teria que “varrer” toda a literatura medicinal sobre estes sintomas e entregar para a pessoa responsável a descobrir a identificar a doença e descobrir a cura.

Para isso, seriam feitos uma série de padrões de pesquisa, por exemplo, vou pesquisar apenas nos anos de 2000 a 2020 ou irei pesquisar apenas literaturas nacionais, etc.

Por isso, não existe uma resposta exata, pois se trata de todo um processo e não apenas de um passo isolado.

Caso queira entender melhor, acesse o nosso artigo sobre revisão sistemática, onde explico mais detalhadamente sobre o tema.

Concluindo

A revisão sistemática é um processo muito complexo e que exige todo um cuidado extra para não acabar ocorrendo erros capitais. Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos! Caso tenha ficado com alguma dúvida, entre em nosso canal no YouTube e acesse os nossos vídeos.

LEIA TAMBÉM:  Como Fazer uma Revisão de Literatura no Monografis

Referências

ROEVER, Leonardo. Guia Prático de Revisão Sistemática e Metanálise. [S. l.]: Thieme Revinte, 23 mar. 2020. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=w0LWDwAAQBAJ. Acesso em: 4 nov. 2020.

Compartilhar:

Deixe seu comentário