REVISÃO DE LITERATURA – Revisão Integrativa é a mesma coisa que Revisão Sistemática?

Compartilhar:

Uma aluna acabou de perguntar: Professor revisão integrativa é a mesma coisa que a revisão sistemática porque eu não estou conseguindo distinguir qual é a diferença?

Não são a mesma coisa! Tem sim uma diferença. A principal diferença entre a revisão integrativa e sistemática é que a revisão integrativa não compara trabalhos iguais pronto! Uma vez sabendo isso você já diferencia uma da outra.

Você tem um tema, seja lá engenharia social e vai buscar vários trabalhos sobre o assunto pesquisando como aquele tema está nos dias de hoje. Porém a revisão sistemática não. Para isso será necessário ter definido uma lista de “string de busca” onde será procurado só trabalhos iguais. Por vezes, só na mesma base de consulta, então são trabalhos iguais.

Exemplos sobre Revisão integrativa e sistemática

É levantado uma questão problema, por exemplo, nível de glicose médio entre os idosos. A partir disso, algumas strings de consulta seriam “glicose”, “idoso” e etc. Nessa situação bases confiáveis seriam definidas, também intervalo de tempo, por exemplo, de 2005 até 2019. Tudo isso estaria definido em um Protocolo de inclusão e exclusão. Esse protocolo define os critérios que qualifica um trabalho para entrar na pesquisa ou ser removido da pesquisa.

Lembrando… para uma revisão sistemática mesmo que um trabalho não passe pelos critérios do protocolo de inclusão e exclusão ele deve ser listado. Na verdade, todo trabalho que as strings de busca trazerem devem ser listados e os que não forem incluídos devem ser marcados como excluídos. Veja um exemplo da aplicação de string de busca na ilustração abaixo:

LEIA TAMBÉM:  O que é Pesquisa Bibliográfica ?

string de busca revisão de literatura

Repare que a ilustração acima contém duas strings: Glicose e Idoso. Veja que é possível acrescentar quantas quiser para refinar a pesquisa.

A revisão de literatura sistemática vai em busca de entender melhor um problema específico, por exemplo: de que forma a análise do nível médio de glicose dos idosos impacta no desempenho da vida sexual? Em contraste com a revisão integrativa que “apenas” se esforçaria em trazer o que há de mais recente sobre glicose na terceira idade.

Qual a diferença entre revisão sistemática e integrativa?

Por essa razão a revisão sistemática é usada para medicina justamente porque o pesquisador pega vários trabalhos iguais que falam sobre um tema e faz uma revisão, estudando os pontos que podem contribuir para solução ou melhor compreensão de um problema. Por isso é considerado o estado da arte da pesquisa de revisões, pois dali surgem os famosos artigos científicos com descobertas ou bases atualizadas para pesquisas medicinais.

Em primeiro lugar, a importância da revisão sistemática da literatura é de tal ordem que possibilita contextualizar um estudo e, ao mesmo tempo, proceder a uma análise e síntese do seu referencial teórico. Estes dois aspetos são determinantes para compreender o estado da arte acerca de determinado assunto e, simultaneamente, abrir perspetivas para que o investigador acrescente contributos fiáveis e credíveis para a comunidade científica e para a sociedade em geral. (FARIA, 2019, p. 14).

É importante que você saiba diferenciar porque não é a mesma coisa tá bom? Então essa dúvida ficou resolvida? Ficou solucionado?

Deixe nos comentários se ficou uma dúvida ainda que eu faço no próximo vídeo!

Referências

FARIA, P. M. Revisão Sistemática da Literatura: Contributo para Um Novo Paradigma. [S.l.]: CG Publisher, 2019. 122 p. Disponivel em: <https://books.google.com.br/books?id=5Ea5DwAAQBAJ>. Acesso em: 21 Dez 2019. ISBN: 9898765275.

Compartilhar:

Deixe seu comentário