Não ter um problema bem definido | Erros no TCC | #03

Compartilhar:

Não ter um problema bem definido pode ser o principal motivo para você REPROVAR no seu TCC. Muitos alunos passam por isso e sofrem muita dificuldade para conseguir definir o seu problema. Acompanhe logo abaixo dicas para ter um problema bem definido.

Pergunta Problema com Relação Causal

A definição do problema para o TCC deve ser uma das primeiras coisas a serem pensadas e definidas, todo o desenvolvimento do resto do trabalho vai depender dessa definição, sem a problemática, não saíra do lugar.

Costumo dizer que o início de um estudo é a parte mais importante de um projeto de pesquisa. Se o propósito do estudo não estiver claro, se as perguntas da pesquisa forem vagas, e se o problema ou tema da pesquisa não estiver identificado claramente, o leitor terá dificuldades para acompanhar todo o restante do estudo. (CRESWELL, 2014).

Praticamente toda pesquisa gira em torno de um problema, então, vou passar algumas regrinhas para você saber se o seu problema está bem definido.

Problema mal definido
Problema mal definido

Relação causal é basicamente a relação entre causa e efeito, temos um artigo falando sobre relação causal caso queira entender um pouco mais.

Regra dos 5 porquês
Técnica dos 5 porquês. Fonte: (SANTOS; CECCATO; MICHELON, 2011).

Levantar Hipóteses do Problema

A segunda dica que dou é o levantamento de hipóteses, sempre que vou orientar um aluno, pego o problema dele e levanto algumas hipóteses para conseguir entender melhor, isso facilita muito toda a situação.

Você encontra um problema com uma afirmação crítica, tipo:

O plano de estudo da faculdade deveria ter a disciplina de metodologia no começo, por isso quando chega o TCC ninguém lembra mais nada.

De que forma a analise do plano de disciplina da faculdade pode melhorar as notas das pesquisas científicas da faculdade?

O plano de disciplina da faculdade x, desfavorece os o aprendizado dos universitários sobre monografia.

O problema é nada mais do que um estudo de relação causal ou correlação. Visto que a correlação é pouco usada em TCC, portanto vamos focar mais em relação causal.

O problema também pode ser apresentado em forma de afirmação hipotética ou em formato de pergunta causal.

Exemplo de problema de TCC em afirmativa hipotética tirado do livro de metodologia de Gil:

Assunto: A educação da mulher: a perpetuação da injustiça.
Tema: A mulher é tratada com submissão pela sociedade.

Problema: A sociedade patriarcal, representada pela força masculina, exclui as mulheres dos processos decisórios.

LEIA TAMBÉM:  Qual Percentual Aceitável de Plágio ?

Agora em forma de pergunta causal:

Problema: De que forma o estudo da cultura da sociedade patriarcal, representada pela força masculina contribui para a exclusão das mulheres dos processos decisórios?

Você encontra um problema com uma afirmação crítica, tipo:

O plano de estudo da faculdade deveria ter a disciplina de metodologia no começo, por isso quando chega o TCC ninguém lembra mais nada.

De que forma a analise do plano de disciplina da faculdade pode melhorar as notas das pesquisas científicas da faculdade?

O plano de disciplina da faculdade x, desfavorece os o aprendizado dos universitários sobre monografia.

Levantar Variáveis de Pesquisa

Será necessário pelo menos duas variáveis, dependente e independente, também temos um artigo sobre tipos de variáveis, caso queira entender melhor como tudo funciona.

Segue abaixo uma imagem com um resumo básico do significado de cada um dos tipos de variáveis:

Tipos de variável
Tipos de variável

Então, você precisará saber se existe uma variável dependente no seu problema de pesquisa, como saber isso? Fazendo essa série de perguntas da imagem abaixo:

Variável dependente
Variável dependente

Fazendo essas perguntas, você conseguirá identificar se existe uma variável dependente no seu problema de pesquisa.

Lembre-se, sem levantamento de hipótese, não temos variáveis e sem variáveis, não temos pesquisa. Portanto, este é um dos principais passos de todo o seu TCC.

Vamos a um exemplo prático

Vamos analisar de que forma o estudo das disciplinas de um curso influencia na evasão escolar, analisando 3 variáveis, curso, disciplina e os períodos.

Evasão escolar
Evasão escolar

Para isso, teríamos uma variável dependente, que seria a taxa de evasão escolar e três variáveis independentes que seriam o preço do curso, nível de dificuldade e a distância. Perceba que as variáveis independentes são as possíveis causas do problema, que no caso, é a variável dependente.

Variáveis dependentes e Independentes
Variáveis dependentes e Independentes

Analisando a consequência, é possível criar hipóteses para possíveis causas e assim gerar perguntas para o seu questionário. Por exemplo: “Você acredita que o preço do curso pode ser a causa de uma maior taxa de evasão escolar?”. Já foi gerada uma pergunta, viu como é simples?

É só seguir isso com as outras variáveis independentes que irá perceber o seu desenvolvimento fluindo de forma melhor.

Agora imagino que você deve estar se perguntando como  que o autor descobriu essas variáveis.

Hipótese
Hipótese

É simples, através das HIPÓTESES. Lembra que mais no começo do artigo, falei que as hipóteses eram de extrema importância? Tudo gira em torno do levantamento de hipóteses, sem esse levantamento, nada vai para frente de forma fácil.

LEIA TAMBÉM:  Os 3 Erros Mais Comuns no TCC

Hipóteses na prática

O levantamento de hipóteses é feito criando possíveis causas para um problema, basta usar a sua imaginação, observe abaixo:

Levantamento de Hipóteses
Levantamento de Hipóteses

Por exemplo, utilizando o nosso problema de evasão escolar, imaginei três possíveis causas. É fato que algumas pessoas não conseguem pagar o curso até o final devido ao preço alto, por isso, acabam tendo que abandonar o mesmo.

Assim como outras pessoas acabam abandonando devido a grande dificuldade das disciplinas daquele curso.

E também, muitas pessoas abandonam o curso por conta da distância, em sua maioria moram em outras cidades e acabam tendo dificuldade para conseguir ir todos os dias.

Pronto! Temos 3 hipóteses levantadas e consequentemente 3 variáveis. Viu como é simples? Basta imaginar problemas do cotidiano e gerar as suas hipóteses.

Categorização de variáveis

Mas professor, quando temos muitas variáveis independentes, como proceder? É simples, basta categorizar essas variáveis, gerando uma espécie de “árvore genealógica”. Observe abaixo:

Categorização de variáveis
Categorização de variáveis. Fonte: (FRITSCH, 2019).

Veja que na imagem acima o autor categorizou as variáveis em 3 principais ramos:

  • Fatores estruturais;
  • Dificuldades na disciplina;
  • Fatores individuais;

E cada um desses ramos gerou uma série de variáveis independentes, facilitando muito a organização de todo o processo.

Concluindo

Viu como o levantamento de hipóteses e variáveis de pesquisa é importante para ter um problema bem definido no seu TCC? Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos! Caso tenha ficado com alguma dúvida, entre em nosso canal no YouTube e acesse os nossos vídeos.

Referências

CRESWELL, John W. Investigação Qualitativa e Projeto de Pesquisa – 3.ed.:: Escolhendo entre Cinco Abordagens. 3. ed. São Paulo – SP: Penso Editora, 1 jun. 2014. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=Ymi5AwAAQBAJ. Acesso em: 14 ago. 2020.

SANTOS, Diônatas Simões dos; CECCATO, Maicon Silvio; MICHELON, Maikel Handerson. “EFICIÊNCIA DA FERRAMENTA 8D APLICADA EM UMA INDÚSTRIA DO SETOR METAL-MECÂNICO- ESTUDO DE CASO”. Curitiba – PR, 2011. Disponível em: https://img.fae.edu/galeria/getImage/1/23567898199447012.pdf. Acesso em: 14 ago. 2020.

FRITSCH, Rosangela. A Evasão em Disciplinas de Cursos de Graduação:: fatores intervenientes. Porto Alegre -RS, 31 maio 2019. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8654012/21088. Acesso em: 17 ago. 2020.

Compartilhar:

Deixe seu comentário