Enfim um exemplo de Pesquisa Explicativa

Compartilhar:

Veja como identificar se sua pesquisa é explicativa. Vídeo explica o que é pesquisa explicativa e  ainda mostra um exemplo simples te ajuda a definir a sua.

MATERIAIS:

  1. VÍDEO 1 – INSTRUÇÕES DA PREMIAÇÃO E INFORMAÇÕES DA SERIE
  2. PASTA DROPBOX – MATERIAIS DO GUIA DA MONOGRAFIA

DOWNLOAD: INFOGRÁFICO TIPOS DE METODOLOGIA

As diferenças entre pesquisa descritiva, exploratória e explicativa

Conforme afirma Prodanov e Freitas (2013, p. 53):

  • Pesquisa Exploratória – Assume, em geral, as formas de pesquisas bibliográficas e estudos de caso. É um levantamento bibliográfico sobre o assunto.
  • Pesquisa Descritiva – Assume, em geral, a forma de Levantamento. Apenas registra e descreve os fatos observados sem interferir neles.
  • Pesquisa Explicativa – Assume, em geral, as formas de Pesquisa Experimental e Pesquisa Ex-post-facto. Explica o porquê de um fato.

Entenda a diferença entre pesquisa exploratória, descritiva e explicativa

A pesquisa considerada mais difícil de fazer é a pequisa explicativa. Devido a sua natureza de aprofundamento da realidade aumenta o risco de erros. Tem o objetivo de explicar o porquê das coisas, explica a razão de cenário.

São aquelas pesquisas que têm como preocupação central identificar os fatores que determinam ou que contribuem para a ocorrência dos fenômenos. Este é o tipo de pesquisa que mais aprofunda o conhecimento da realidade, porque explica a razão, o porquê das coisas. Por isso mesmo é o tipo mais complexo e delicado, já que o risco de cometer erros aumenta consideravelmente. (GIL, 2008, p. 28).

Conforme explicado acima, essa é a pesquisa que aprofunda em um conhecimento. Trata-se inegavelmente de ir em busca do motivo pelo qual um fenômeno acontece, seria um erro, porém, atribuir pesquisa explicativa para descrever características de uma população. Assim, reveste-se de particular importância sobre os outros fins de pesquisa.

LEIA TAMBÉM:  Forma de Abordagem da Pesquisa Quantitativa

Mostra-se no mínimo inoportuno achar que pesquisas exploratórias e descritivas são menos relevantes. Já que no momento em que a pesquisa explicativa explica o porquê, vê-se que sua relevância quando tem como base os outros fins de pesquisa. Sobretudo, se a real motivação, por exemplo, para o caso for aprofundar na razão, então já sabe qual escolher.

Exemplo de Pesquisa Explicativa

Vamos imaginar um estudo de campo. O objetivo é observar o comportamento de um determinado grupo de pessoas, realizar anotações a fim de explicar o motivo de um fenômeno. É esperado nos resultados da pesquisa que você faça: Ir até o local, observar, anotar, sintetizar e explicar.

Você quer, por exemplo, verificar por que pacientes de um consultório esperam determinado tempo e depois desistem. Para isso, será preciso ficar lá observando e realizando anotações a fim de explicar o motivo do fenômeno.

Pesquisa Explicativa: Por quê as pessoas desistem ?
Pesquisa Descritiva: Quais são os fatores que fazem as pessoas desistirem ?

Entendeu a diferença ?

Enquanto a pesquisa explicativa foca na razão da desistência a descritiva foca em descrever os fatores. Usará como instrumentos de coleta, observações, questionários, entrevistas e formulários. Sua pesquisa será aplicada, qualitativa, explicativa, devido a natureza estudo de campo.

Pode-se perceber acerca de uma visão sobre o tipo do fins de pesquisa que se trata de uma explicativa. Isso porque será necessário explicar o porquê os clientes desistem depois de determinado tempo.

Conforme explicado acima o que importa, portanto, é entender que a pesquisa com fins práticos e aprofundados na razão das coisas será explicativa. Essa, porém, é uma tarefa que o pesquisador precisa perceber em sua pesquisa.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM:  Classificação Conceito da Forma e Forma Escolhida | Metodologia 4° Passo

Recapitulando

Nesse artigo abordamos itens como:

  • Pesquisas: Exploratória, Descritiva e Explicativa
  • O que é Pesquisa Explicativa
  • Exemplo de Pesquisa Explicativa

Os resultados desse quadro são devido a natureza dos fins da pesquisa. Por isso, fica evidente que quando estamos em busca de responder o porquê uma coisa acontece vamos ter que explicar.

BIBLIOGRAFIA:

GIL, A. C. Método e técnicas de pesquisa social. 6ª. ed. São Paulo: Atlas S.A, 2008.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. D. Metodologia do trabalho científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2ª. ed. Novo Hamburgo: Universiade Freevale, 2013.

TYBEL, A. D. J.; SARMENTO, A. P. M.; PETARLI, R. B. A INFLUÊNCIA DO MARKETING PESSOAL NO PROCESSO DE SELEÇÃO. Monografia (Monografia em administração) – Faculdade Capixaba de Nova Venécia. Nova Venécia, p. 54. 2010.

Compartilhar: