Discurso de formatura tempo e roteiro

Compartilhar:

Trata-se de um dos momentos mais mágicos para todos envolvidos – alunos, professores, família, enfim. Na formatura, o discurso do orador confere a ocasião uma impressão marcante que fecha com “chave de ouro” todo curso. Mas quanto tempo deve durar um discurso de formatura? E qual a importância de seguir um roteiro bem definido?

Duração de um discurso de formatura

O principal papel do orador da turma é justamente explorar o significado de toda experiência compartilhada pela turma. Isso, de certa forma, envolve contar todos desafios e conquistas alcançados pelo grupo de forma sucinta, porém elegante. Dizemos sucinta, porque neste caso, o orador terá o cuidado de não tomar o tempo dos demais participantes do evento.

No discurso do orador, deve-se fazer menção à importância da figura do orador. . . O discurso terá o tempo em torno de dez minutos. (MARTINS, 2017)

É isso mesmo! Espera-se que o orador gaste no máximo 10 minutos em suas considerações. Contudo, na prática, sabemos que esta não será uma tarefa tão fácil assim, já que a maioria passa do ponto. Além disso, preocupar-se com o tempo será um estresse a mais para acrescentar ao seu nervosismo.

Uma maneira prática de lidar com essa situação é por se preparar para cumprir seu discurso no menor tempo esperado. Se puder, por exemplo, prepara-lo dentro de cinco minutos, não precisará se preocupar com o tempo concedido. Daí poderá se concentrar no que mais importa que é o conteúdo de seu discurso.

De uma coisa você pode ter certeza. Se um discurso for bem feito o tempo abrangido não será levado em consideração. Ou seja, ninguém prestará atenção se demorou muito seu discurso.

LEIA TAMBÉM:  Discurso de formatura objetivo do orador

A importância de um roteiro

Por falar em conteúdo, saber distribuir os assuntos que serão abordados em suas considerações será de grande importância. Afinal de contas, ninguém quer ver ninguém da plateia bocejando na hora que estiver falando. Então é preciso organizar bem cada tópico relevante que destacará os desafios e conquistas da turma.

Isso só será possível se puder seguir de perto um roteiro bem definido. O que quer dizer que bastaria levar uma pequena anotação com os pontos que serão abordados. Isso por si só facilitaria seguir uma sequência interessante dos assuntos.

Entretanto, alguns acham por bem escrever tudo que pretendem dizer em seu discurso, o que não há problema algum. Um discurso escrito de boa qualidade pode ter um efeito legal na assistência. Porém será difícil manter a naturalidade na hora de se expressar.

Concluindo

Qualquer que seja o caso, se estiver bem preparado, poderá alcançar o resultado esperado, a saber, tocar seus ouvintes. Caso tenha alguma dúvida de como fazer isso, basta recorrer ao suporte técnico do Monografis. Assim terá acesso a orientações de profissionais qualificados que te auxiliarão no que for preciso.

Referências

MARTINS, J. G. Manual de celebrações do ministro: para eventos e cerimônias religiosas. 1ª. ed. Curitiba: A.d.santos Editora, v. I, 2017. 126 p.

Compartilhar:

Deixe seu comentário