Dicas para não fazer um TCC pingue-pongue

Compartilhar:

O que é um TCC pingue-pongue? Será que você está fazendo um e não sabe? Veja nesse artigo com o professor Danilo Mota dicas essenciais para não faz um TCC pingue-pongue.

O que é um TCC pingue-pongue?

TCC pingue-pongue é aquele tipo de TCC que fica em um vai para correção e volta. Você envia o trabalho para o orientador, ele corrige e manda para você de volta, você faz as alterações e manda para ele novamente e assim por diante.

Fazendo isso, o trabalho não anda, fica travado principalmente no início do desenvolvimento do trabalho, onde os alunos estão desenvolvendo o início do trabalho.

Tenha uma mente proativa

Uma das melhores formas de evitar um TCC pingue-pongue é tendo uma mente proativa, mas o que é isso? Ter uma mente proativa, nada mais é do que você tomar atitudes por si próprio.

Por exemplo, se você terminou a introdução, não precisa perguntar para o seu orientador o que vem depois, pesquise, faça por conta própria.

Não dependa 100% do seu orientador, use a internet e as ferramentas de pesquisa a seu favor e seja sempre o máximo proativo que conseguir, fazendo isso, o seu trabalho vai andar de forma muito mais rápida.

Defina o tema o quanto antes

Mesmo antes de começar a fazer o seu TCC, já é bom ir pensando em um tema a ser definido para o seu trabalho. O quanto antes souber o tema, melhor vai ser para ter um planejamento do trabalho e isso também irá ajudar na hora d escolher um orientador.

A estrutura do TCC se inicia com a definição do tema a ser abordado, que nada mais é do que assunto objeto da pesquisa. Sugere-se um tema amplo, escolhendo-se uma das grandes áreas do saber, como tecnologia, saúde, educação, economia, ciência política, terceiro setor, etc. (VARGAS, 2018)

Pode ter certeza que um orientador vai preferir orientar um grupo que já tem o tema e todas as coisas básicas já organizadas e predefinidas.

LEIA TAMBÉM:  Posso citar artigos, sites e monografias como referência no meu TCC?

Adote uma postura humilde e se esforce

Busque sempre adotar uma postura humilde, coloque-se na posição de avaliado a todo tempo e sempre procure escutar os mais experientes, principalmente se essa pessoa for seu orientador.

Lembre-se que proatividade é diferente de arrogância, busque ser proativo, mas sempre com o pé no chão e muita humildade para ouvir novas ideias e sugestões dos professores.

Se esforce sempre para causar uma boa impressão no seu orientador, isso já contará com muitos pontos na hora de sua avaliação, pois para quem não sabe, a banca pergunta sempre para o orientador como que os alunos se comportaram durante o trabalho.

Tenha um coorientador

Uma coisa que poucas pessoas fazem, mas é bem interessante, é ter um coorientador. Mas o que seria isso? Um coorientador seria um segundo professor para te orientar no seu trabalho, tendo assim uma nova visão e outro tipo de opinião.

Portanto, caso tenha interesse, converse com o seu orientador principal e pergunte a ele se não tem problema haver um segundo orientador, caso ele concorde, é uma excelente ideia e que vai te ajudar bastante no decorrer do trabalho.

Concluindo

Agora você sabe o que é um TCC pingue-pongue e como não fazer um, gostou do artigo? Caso tenha ficado com alguma dúvida, entre em nosso canal no YouTube e acesse os nossos vídeos.

Prof. Danilo Mota

Professor e empreendedor digital, escreve regularmente no Blog Supere Desafios: www.superedesafios.com.br

Referencias

VARGAS, Luciana. TCC sem Mistério: Manual Prático da Monografia. 1. ed. Porto Alegre -RS: Simplissimo Livros Ltda, 24 mar. 2018. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=cXtgDwAAQBAJ. Acesso em: 22 jun. 2020.

Compartilhar:

Deixe seu comentário