Você Comete esse ERRO da Xícara Cheia no seu TCC?

Compartilhar:

Um dos maiores erros possíveis de se cometer no TCC, pode ser representado usando uma analogia. Será que sua xícara está cheia demais? Neste artigo veremos sobre o maior erro da aprendizagem.

O aprendizado nunca acontece de maneira uniforme, e, por isso, podemos dizer o mesmo do ensinamento. Muitas vezes aprendemos algo de uma determinada maneira, e, quando nos tentam apresentar outra solução, não queremos aprender.

Inscreva-se de graça no maior canal de TCC do Brasil Clique aqui

A xícara cheia no TCC

Isso acontece muito mais do que parece no âmbito acadêmico, e não é arrogância, como pode parecer. É apenas um costume enraizado, que muitas vezes fazemos de maneira inconsciente.

Falamos sobre xícara cheia quando dizemos que alguém acha que já sabe fazer algo, e, por isso, acaba criando uma recusa inconsciente a aprender. Se sua xícara está cheia de seu próprio chá, como poderá provar do meu? (Provérbio Chinês).

Esse provérbio, por exemplo, ilustra bem a situação. Nossa bagagem cultural faz com que achemos que sabemos certas coisas. E “achar que sabe de tudo” é o maior erro da aprendizagem. Isso faz com que pulemos partes de leituras, parte da metodologia ou elementos fundamentais para a elaboração de um TCC.

Pular etapas de um processo só porque achamos que já sabemos como fazer nos deixa muito vulneráveis ao erro. Pode parecer difícil para o ego em um primeiro momento.

Mas, elaborar uma boa monografia exige que imaginemos que não sabemos nada a respeito do tema e de sua elaboração.

Como ter uma xícara cheia pode prejudicar meu TCC

São diversas as situações em que achar que se sabe um assunto pode ser a maior das armadilhas em que podemos cair. Isso é especialmente nítido em uma monografia.

Bom, por exemplo, se eu acredito que sei tudo sobre meu tema, posso acabar com um TCC de base fraca. Já que eu li pouco pois achava que já sabia. Da mesma forma, achar que eu sei como organizar um TCC pode fazer com que eu cometa erros na ABNT ou em sua organização.

Um TCC com embasamento fraco e pouca organização e argumentação é péssimo para sua nota e para sua imagem profissional. Afinal, por mais que você de fato conheça o assunto, não vai passar isso para o leitor, e se recusou a aprender mais a respeito.

Em suma, iniciar uma tese com a mentalidade de que você já é um expert no tema é a pior coisa que você pode fazer em um TCC. Você terá uma base fraca, pouca argumentação e menor conhecimento no tema do que profissionais.

É importante esvaziar a xícara

Essa base fraca refletirá em todo o seu trabalho. Além da apresentação na banca e organização e planejamento do TCC em si. Portanto, para elaborar uma boa monografia, é importante que você tire de sua mente os conceitos que já conhece e mantenha uma mente aberta.

Ler novos assuntos não significa que você não conhece, mas que está pesquisando profissionais que também passaram por momentos de aprendizagem para ampliar seu conhecimento. Ter isso em mente é fundamental para o crescimento acadêmico, e até mesmo pessoal.

Compartilhar: